PokerPT.com

Novo missclick da SIC a abordar o jogo online

27 de Março de 2015 16:10 56 Comentários

Eram cerca das 21:30h quando em pleno jantar diversos membros da nossa comunidade e muitos milhares de portugueses foram confrontados com nova reportagem sobre o jogo online, no Jornal da Noite da SIC.

Ontem foi dia de ir jantar a casa dos pais, e lá estávamos os 4 à mesa (pais, eu e namorada) quando de repente se vê um quiosque no meio de Lisboa, onde as pessoas podem comprar raspadinhas, lotaria, e registar o Euromilhões, Totoloto e demais "jogos sociais do Estado" explorados pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Não sabendo que ia para o ar uma reportagem sobre o jogo online, fiquei desde logo de pé atrás, por esta ser transmitida na SIC, canal que no passado fez uma grande reportagem que em nada agradou à nossa comunidade. Aliás foi mesmo uma reportagem muito mal recebida, que aproveitou uma graciosa viagem até às Caraíbas, para apresentar 2 profissionais do jogo como 2 miúdos que só queriam estar no quarto a jogar, quando deviam era ter ido para a praia. Não interessou dizer que no caso daqueles jogadores o poker é a sua profissão e tendo ido até às Bahamas para jogar poker, estavam a cumprir com o seu profissionalismo... Mas isso já foi extensamente debatido aqui.

Voltando ao presente, lá estávamos os 4 à mesa, a ouvir a reportagem. O início não foi prometedor, apresentando imagens dos jogos e corridas de cavalos com música impactante terminando este segmento com o título "Apostas Nada Virtuais". Como se fosse uma refeição, a entrada já deixava um sabor agridoce na boca.

Depois da entrada, veio um prato mais agradável, onde ficamos a conhecer um funcionário público que encontrou nas apostas uma forma de ganhar mais algum dinheiro fruto de estudo dos mercados em que apostava. Seguiu-se um "prato" de impostos e o segundo sinal de alarme. Através da voz off, as pessoas são levadas a acreditar que os jogadores vão passar a pagar impostos sobre os seus ganhos, e é o Secretário de Estado do Turismo - Adolfo Mesquita Nunes, a clarificar que os impostos vão incidir sobre as empresas.

Ao Secretário de Estado do Turismo, seguiu-se o habitual tempo de antena da Santa Casa da Misericórdia, que ficará com o monopólio das corridas de cavalos e exploração de apostas desportivas em sede territorial.

Até aqui 2 sinais de alarme, mas já estava a reportagem de 14 minutos a meio. O melhor, ou o pior, veio depois. Por volta dos 7 minutos e 30 segundos da reportagem somos convidados a ver e ouvir os relatos de jogadores compulsivos que estão num centro de reabilitação, e tal como na reportagem de 2010 o psicólogo Pedro Hubert alerta para os perigos do jogo online.

O alerta não me chateia, nem sequer incomoda. Aliás acho que faz parte desta actividade, agora não percebo como numa reportagem de 14 minutos, se dedica metade do tempo a falar do jogo compulsivo, quando este afecta uma percentagem muito, muito reduzida de cidadãos.

Já que o interesse estava em falar do jogo compulsivo e da facilidade e disponibilidade que existe em jogar online, podiam dizer que a regulamentação tem como um dos grandes princípios proteger as pessoas mais susceptíveis (seja pela idade ou por serem de facto pessoas com comportamento compulsivo), e que parte do dinheiro angariado em impostos de jogo será utilizado para ajudar a prevenir o jogo de menores e ajudar os que têm de facto um problema.

O poker desta vez não teve direito a presença (além de uma das pessoas em reabilitação), mas sinceramente até acho que foi bom não ter sido ninguém convidado ou representado, pois com o rumo que a reportagem tomou, temi mais um episódio do quarto de hotel.

Trabalhando eu neste sector desde 2007, os meus pais já são pessoas com um conhecimento mínimo sobre o que realmente é o poker, mas ainda assim tive que passar grande parte do tempo a negar e a contrapôr o que se estava a ouvir na reportagem. Imagino como terá sido em casas de milhares de portugueses, cujos familiares não estejam tão familiarizados (passe a redondância) com este sector.

Comecei este texto com o termo missclick no título, mas sinceramente acho que isto já não é um missclick, e que vai muito além disso...

Podem ver a reportagem neste link.

Partilha este artigo

6 Comentários

Daniel Negreanu há 25 min.

Spent about half of Creed crying like a baby! That makes 7 movies now I'll be watching every year before WSOP main event

Daniel Negreanu há 25 min.

Spent about half of Creed crying like a baby! That makes 7 movies now I'll be watching every year before WSOP main event

Daniel Negreanu há 25 min.

Spent about half of Creed crying like a baby! That makes 7 movies now I'll be watching every year before WSOP main event

Daniel Negreanu há 25 min.

Spent about half of Creed crying like a baby! That makes 7 movies now I'll be watching every year before WSOP main event

Daniel Negreanu há 25 min.

Spent about half of Creed crying like a baby! That makes 7 movies now I'll be watching every year before WSOP main event

Daniel Negreanu há 25 min.

Spent about half of Creed crying like a baby! That makes 7 movies now I'll be watching every year before WSOP main event

Deixe um Comentário

Os comentários efectuados por utilizadores não registados terão de ser aprovados por um moderador. Pode fazer Login ou, se ainda não é membro, Registar-se de forma a poder comentar sem moderação.

Blog »
Pavlov Doorman

Pavlov Doorman

Luís Martins

Luís Martins é o nome por detrás de PavlovDoorman. Trabalha no PokerPT.com desde 2007, sendo que em 2010 assumiu o cargo de Editor do site. A sua mente é por estes tempos uma pequena enciclopédia sobre o poker nacional e internacional...

Mais Artigos